segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Milagres da arte: "Sinfonia do Medo"!



Fazer arte é fazer milagre.
“Quando não se tem verba, melhor é não fazer cinema.”
Muitas pessoas me disseram isto.
Aprendi com Paulo Sacramento que hoje, só faz cinema quem tem um projeto.
Não adianta ter nas mãos um bom roteiro e pessoas talentosas envolvidas...
Mas o problema é fazer os tais projetos!
Infelizmente, existe um preconceito absurdo com o terror nacional.
Exemplo recente foi o fracasso nas bilheterias do fantástico “Encarnação do Demônio” de José Mojica Marins.
E ele conseguiu realizar esta proeza após 40 anos de resistência, justamente pela força de vontade de Dennisson Ramalho (roteirista e assistência de direção) e Paulo Sacramento, produção. E com um belíssimo projeto!
As indústrias parecem ter medo de vincular suas marcas com filmes sanguinários. Com exceção de algumas poucas, claro!
Desta forma, encho o peito e vou à luta. Vou à luta com parceiros com a mesma visão, como tem sido com Rogério Schiavinatto, que conheci numa produção independente chamada “A Chácara Maldita”, breve em DVD para todos conferirem; Parceiros como Vitor Signoretti, que abraçou com sua equipe o quarto curta do projeto “Tatúrula” - a animação “Anunciação”, o grande Raphael Enes fotografia, Zeca, Fernando, Paulo Arós, Liz Vamp, Mojica ...
Impossível citar a todos que, de uma forma ou de outra, vestiram e deram o sangue pelo projeto.
Pelo que ele significa. Pelo que ele é!
E vamos caminhando. Fazendo filme à prestação. Sem prazo de entrega.
Mas creio que em um ano tudo esteja finalizado.
“Quando não se tem verba, melhor é não fazer cinema.”
Mas continuamos seguindo em frente. Zelando com a qualidade.
E o que nos dá esta pilha, que renova o espírito e nos faz virar dia e noite produzindo, são vocês todos que nos abraçam e acolhem com carinho.

Abraçam a idéia.
Abraçam o projeto.

Vocês fãs do gênero, para quem destinamos e ofertamos esta “Sinfonia do Medo”.
E quem sabe eu venha ganhar um dinheirinho com este monstro e, assim,
dar seqüência aos nossos delírios com um pouco mais de tranqüilidade.
Obrigado à todos vocês.

Rubens Mello

(Rogério Schiavinatto e Rubens Mello)

2 comentários:

"Arteathrash" disse...

cacilds! tem até camiseta do tatúrula!!!
q este projeto cresça a cada dia mais, pois vc, Rubão tem talento de sobra pra fazer qqr projeto ir longe.
um exemplo de persistência, dedicação, coragem e muita determinação.
esse seu monstro vai render, sim!

bjs

"Arteathrash" disse...

(Rubão, cê tá tão bunitu nessa foto, diacho!)